Prambanan e Borobudur, os magníficos templos de Yogyakarta na Indonésia!

Alessandra no jardim do templo Prambanan em Yogyakarta

Yogyakarta é considerada berço da civilização da ilha de Java e é lá que estão os templos mais emblemáticos da Indonésia: o Prambanan e o Borobudur!

Esses dois templos foram construídos nos séculos VIII e IX e são um dos maiores centros culturais do país.

Para aqueles amantes de história, a visita desses lugares é obrigatória para quem viaja para a Indonésia, no entanto, mesmo amando lugares históricos, eu fiquei um pouco decepcionada. Certamente contarei o porquê.

Chegamos em Yogyakarta pelo aeroporto internacional voando desde Lombok, esse é um ponto positivo da região já que o aeroporto torna o acesso fácil a partir de várias regiões da Indonésia ou outras cidades da Ásia. Também é possível chegar de ônibus ou trem a partir de outras cidades da Indonésia, entretanto a viagem se torna bem mais longa e para quem tem pouco tempo pode ser uma opção inviável.

Reservei apenas uma noite em Yogyakarta, primeiramente sendo uma parte do dia para conhecer a cidade e o dia seguinte para conhecer os dois templos. Decidimos manter a viagem por conta própria também nessa região, fazendo mais uma vez o aluguel de moto (scooter) e rodando livremente para conhecer a cidade e os templos.

Para quem não se sente seguro viajando de moto, a saber que no centro de Yogyakarta têm muita opção de agências que fazem excursões para visita aos templos Prambanan e Borobudur, além disso é possível fechar o passeio diretamente no hotel.

Yogyakarta no Ramadã

Acontece que ao chegar em Yogyakarta encontramos um grande inconveniente para nossa viagem: o feriado do Ramadã. Aliás acredito piamente que esse foi o maior contribuinte que me fez não curtir tanto essa parte da viagem.

Afinal, vocês devem estar perguntando inconveniente por quê…

Para começar essa conversa, o Ramadã é o maior feriado da religião muçulmana. Com efeito, durante esse feriado, que dura nada menos que um mês, os muçulmanos em grande parte não trabalham e os que trabalham acabam cobrando mais caro pelos serviços. Além disso, de forma geral os serviços ficam também mais restritos e os lugares super lotados!!

E o que eu presenciei? Como eu estava em Java justamente no feriado, peguei as atrações turísticas muitooooo cheias (eu nunca vi nada igual), encontrei dificuldade de alugar moto, dificuldade de trocar dinheiro, dificuldade de achar bons restaurantes abertos e principalmente dificuldade conseguir sair da cidade para nosso próximo destino!

Ademais, vamos falar dos majestosos templos Prambanan e Borobudur!

______________________________________
Siga nosso Instagram e fique por dentro das novidades @mochilacameraacao ! E mais fotos da Indonésia seguindo a #MochilaNaIndonesia

Templo de Prambanan

Alessandra nas ruínas do templo Prambanan em Yogyakarta

Construído no século IX, o Prambanan é o maior templo hindu de todo país e também é considerado patrimônio cultural da Indonésia. Ele é não apenas um templo, como também é um complexo formado por 240 templos. Infelizmente com o grande terremoto que ocorreu em 2006, grande parte do complexo foi destruído e até hoje encontra-se em reformas.

Posto que isso foi algo que me deixou um pouco decepcionada… Isso porque a atração é vendida de forma diferente, como uma grande obra da atualidade, quando na verdade a maior parte do lugar se encontra em ruínas!

Visita ao Prambanan

O Prambanan é dedicado aos maiores deuses do hinduísmo: Brahma, o criador, Wisnhu, o sustentador e Shiva, o destruidor. Sendo que o templo dedicado a Shiva é considerado o maior do mundo em devoção a essa divindade, ele possui 47 metros de altura e de fato é impressionante.

Templo dedicado a Shiva no Prambanan em Yogyakarta

Durante a visita é possível entrar nos templos maiores do complexo, onde há pequenas câmaras onde estão guardadas estátuas das divindades hindus. Cada uma delas têm significados diferentes que, podem ser bem explicados se estiver fazendo uma visita guiada, como eu fiz, ou se você conhecer bem a religião Hindu.

Na foto da esquerda está a entrada de uma das câmaras e na foto da direita está a imagem de Ganesha: deus do intelecto, da sabedoria e da fortuna.

Andar pelo complexo facilmente tomaria quase um dia inteiro, é bem interessante e muito rico de detalhes! Como eu disse anteriormente, o que me atrapalhou foi a super lotação! Para entrar nas câmaras por exemplo, era preciso se espremer nas escadas.

No entanto, olhando pelo lado positivo, fui abordada por muitas pessoas, principalmente crianças pedindo para tirar foto comigo. O guia disse as pessoas ficam encantadas com os estrangeiros e querem uma lembrança de nós que afinal, somos tão diferentes deles! Isto é o que eu chamo de exemplo de respeito e amor ao próximo!

Como chegar no Prambanan?

O templo do Prambanan está localizado à 17 km de distância de Yogyakarta, o que parece bem perto. No entanto, não se engane, o trânsito é muito pesado e você pode levar até 2 horas para percorrer esse trecho, principalmente se for final de semana ou feriado.

➳ BLOG: Não deixe de ser o guia completo sobre tudo que é preciso saber antes de viajar para Indonésia

Como chegar no Prambanan de carro ou moto?

O aluguel de carro ou aluguel de moto poderá ser encontrado nas estações ferroviárias Malioboro e Tugu Yogyakarta. No entanto, leve em consideração a época para não ser surpreendido.

O templo está localizado na estrada Solo – Yogya, na altura do km 16. O Google maps nos levou certinho até o local. 

Como chegar no Prambanan de ônibus?

A empresa Trans Jogja está disponível na parada de ônibus mangkubumi em Malioboro (Yogyakarta). Utilize o ônibus 1A e desça na parada de ônibus Prambanan. Os ônibus saem a cada 15 minutos.

Excursões

Existem diversos tipos de excursões tanto para o Prambanan quanto para o Borobudur, onde você pode combinar os dois ou visitar somente um deles.

Como eu disse, fiz por conta própria, mas pesquisei o preço para informar aqui para vocês. A média do passeio com agência é de 150.000 rúpias por pessoa somente o transporte, a somar o valor da entrada (esse é o preço para o combinado Prambanan + Borobudur).

➳ Passagens aéreas: encontre voos para a Indonésia e parcele em 12X sem juros

➳ Não deixe de fazer o seu seguro de viagem. Viaje com segurança e tranquilidade com Seguros Promo e aproveite o desconto de 5% com o cupom CAMERAEACAO5

Quanto custa a visita ao Prambanan?

De toda viagem pela Indonésia, a entrada nesses dois templos foram as mais caras. Na verdade acho até discrepante com a faixa de preço do país.

Taxa de entrada Prambanan:

  • Maiores de 10 anos: 350.000 rúpias (R$103 ou USD 25)
  • De 3 a 10 anos: 210.000 rúpias (R$62 ou 15 USD)

É comum combinar a visita do Prambanan com o templo budista Borobudur, tanto que comprando esses dois ingressos fica mais barato.

Combinado Prambanan + Borobudur

  • Maiores de 10 anos: 630.000 rúpias (R$185 ou USD 45)
  • De 3 a 10 anos: 378.000 rúpias (R$110 ou 27 USD)

Você pode comprar o ingresso e fazer a visita por conta própria, porém se quiser um guia, na bilheteria você encontra alguém para realizar esse serviço. Fechamos tanto no Prambanan quanto no Borobudur o guia particular para duas pessoas por 150.000 rúpias (cada templo).

Templo de Borobudur

Vista do templo Borobudur

Construído entre 780 e 840 dC, o Borobudur é o maior monumento budista do mundo. Situado no topo de uma colina com vistas do vulcão ativo Merapi na ilha de Java.

O templo foi construído como um local de peregrinação e em tributo ao deus Buda. A construção do templo é no formato de Mandala, que simboliza o universo no ensinamento budista.

O nosso guia informou que o templo é dividido em três partes, que representam a três zonas de consciência de acordo com o budismo: a primeira zona chamada Kamadhatu que representa o mundo habitado por pessoas comuns, a segunda zona chamada Rapudhatu que representa a transição, onde o homem é libertado dos assuntos mundanos onde se atinge o chamado Nirvana e a terceira zona chamada Arupadhatu sendo representada como a morada dos deuses.

No Borobudur você vai passando por diversos níveis do templo, subindo muitos e muitos degraus rumo ao topo! Em alguns terraços se encontra círculos de estupas ornamentados em forma de sinos.

Sinos do templo Borobudur

Dentro essas estupas estão esculturas de Buda viradas para fora do templo, como se contemplassem o horizonte. No total são 72 estupas, entretanto nem todas são originais, devido também ao grande terremoto de 2006.

Estátuas de Buda no templo Borobudur

Infelizmente eu tive pouco tempo para o Borobudur e o templo estava insuportavelmente lotado! Em outras palavras eu nunca vi tanta gente em toda minha vida dentro de uma atração! Ou seja, mais uma vez o Ramadã causou tumulto na minha viagem…

Multidão no templo Borobudur

Como chegar no Borobudur?

O templo Borobudur está localizado à 45km de distância de Yogyakarta, onde é comum deixar a cidade por volta de 3 ou 4 horas da manhã para assistir o nascer do sol nas montanhas no entorno do Borobudur.

Como chegar no Borobudur de carro ou moto?

O aluguel de veículos poderá ser encontrado nas estações ferroviárias Malioboro e Tugu Yogyakarta. A rota para Borobudur saindo de Yogyakarta a seguinte: Jogja – Jl. Magelang – Sleman – Tempel – Salam – Muntilan – Palbapang – Mendut – Borobudur. Mais uma vez utilizei o Google maps sem erros e sem dificuldade.

Como chegar no Borobudur de ônibus?

A empresa Trans Jogja está disponível no centro de Yogyakarta. Pegue a linha de ônibus 2A ou 2B no sentido Jombor. Da estação de ônibus de Jombor, pegue qualquer ônibus local para Borobudur. Fiquem atentos somente ao horário, pois o último ônibus de retorno para Yogyakarta sai às 15h.

Excursões

As excursões são no mesmo formato que informei para o Prambanan. 😉

Quanto custa a visita ao Borobudur?

Taxa de entrada Borobudur:

  • Maiores de 10 anos: 350.000 rúpias (R$103 ou USD 25)
  • De 3 a 10 anos e estudantes: 210.000 rúpias (R$62 ou 15 USD)

Combinado Prambanan + Borobudur

  • Maiores de 10 anos: 630.000 rúpias (R$185 ou USD 45)
  • De 3 a 10 anos: 378.000 rúpias (R$110 ou 27 USD)

Onde ficar em Yogyakarta?

Como eu estive em Yogya durante o feriado do Ramadã, consequentemente não tive muita opção de hospedagem. Com isso fiquei em um hostel. No ABRAKADABRA! O ARTBNB fiquei em quarto duplo com banheiro, que por sinal era bem ruim por não ter água quente e o piso era de pedras fazendo com que praticamente nós tivéssemos que nos equilibrar durante o banho.

A diária custou R$105 em junho/19 com café da manhã incluso.

Java Villas Boutique Hotel & Resto

No entanto, eu recomendo a hospedagem no Java Villas Boutique Hotel & Resto, que está bem avaliado no Booking e o custo não é alto pelo que oferece (R$130 o quarto duplo com café da manhã). Outro local recomendado é o Puri Pangeran Hotel que fica no centro de Yogya com diárias em quarto duplo por R$115 com café da manhã.

Onde ficar em Borobudur?

Se você optar por se hospedar perto do templo Borobudur para curtir o amanhecer na região, sugiro a hospedagem no The Omah Borobudur com decoração típica javanesa, a 2km do templo, com diárias em quarto duplo por R$155 com café da manhã.

Outra boa opção é o Gopalan Borobudur, localizado a 3 km do templo em uma área bem bonita rodeada por montanhas. A diária em quarto duplo custa em média R$150 com café da manhã.

E ai gostaram? Compartilha com os amigos e aguardem o próximo artigo sobre as atrações que visitei em East Java!


Todos os artigos sobre a Indonésia aqui:


↠ Planeje sua viagem com o Mochila, Câmera e Ação ↞

  • Reserve sua estadia pelo Booking através do Blog, você não paga nada além por isso! ✌
  • Reserve com segurança os melhore passeios em toda América do Sul com a DeNomades
  • Passagens aéreas em até 12x sem juros com a ViajaNet 
  • Viaje com segurança e tranquilidade com Seguros Promo e aproveite o desconto de 5% com o cupom CAMERAEACAO5
  • Chegue no exterior com internet no seu celular com a EasySim4U
  • Ganhe R$130 de crédito em sua primeira viagem pelo AirBnb
  • Precisando de ajuda para programar seu intercâmbio sem contratar agência? Eu posso te ajudar!
  • Roteiros personalizados?? Pergunte-me como.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.