O que fazer durante conexão em Madri: roteiro de 1 dia

O que fazer durante conexão em Madri: roteiro de 1 dia

Olá pessoal!!

Sabe quando você tem aquela conexão longa no aeroporto e fica na dúvida se faz alguma coisa ou fica lá plantado esperando??! Pois então, se essa conexão for em Madri, tenho aqui dicas de como aproveitar bem seu tempo e conhecer essa cidade linda!
A região do centro histórico de Madri e também do Retiro, são cheias de atrações, e com disposição, você consegue conhecer bastante coisa interessante por lá!
Para iniciar nosso roteiro, vou explicar para vocês como ir e voltar do aeroporto ao centro:
  • No terminal T4 do aeroporto, pegar o metrô linha 8, em direção à estação Nuevos Ministérios. Tempo estimado de percurso: 20 minutos
  • Descer na estação Nuevos Ministérios e pegar a linha 10 em direção a Puerta del Sur, e então descer na estação Tribunal. Tempo estimado de percurso: 15 minutos
  • Pegar a linha 1 em direção a Valdecarros e descer na estação Gran Vía. Tempo estimado de percurso: 10 minutos
O trajeto de metrô leva em torno de 45 minutos, então você deve calcular esse tempo para ida e para a volta, mais pelo menos uma hora de antecedência para seu vôo.
O valor do metrô foram 10 euros (ida e volta)
Outro ponto necessário para quem vai dar uma voltinha durante uma conexão longa é saber onde deixar as malas
Normalmente os aeroportos possuem o serviço de luggage deposit (depósito de bagagem). Então anota aí como funciona em Madri.
  • No aeroporto Barajas existem dois depósitos de bagagem, um localizado no terminal T4, que fica no andar 0 na zona de chegadas (arrivals).
  • E o outro está localizado no terminal T1, que suporta também os terminais T2 e T3. Esse deposito fica junto ao estacionamento P1 no andar 0.
Preços:
2 a 24 horas €10,00 (por mala)
Para malas maiores que 210 cm €15,00

 

Já tem seguro de viagem? Não se esqueça que na Europa o seguro viagem é obrigatório!! Cote seu seguro com a Mondial e aproveite as promoções especiais!

Antes de começar o roteiro, se você vai precisar dormir em Madri uma noite, como eu precisei na minha volta ao Brasil, sugiro se hospedar perto do aeroporto.

Existem boas opções que são práticas e que proporcionam um conforto maior para quem precisa dormir ou está em uma conexão longa.

Minhas sugestões são:

Hotel Barajas Plaza (onde eu me hospedei)

 

 

Mas agora vamos para o roteiro, que foi exatamente tudo que fiz por lá!
Lembrando que meu tempo de conexão foram 8 horas e meia, e tive que separar 2 horas de deslocamento (total) + 1 hora para check-in. Ou seja, livre na cidade eu tive 5 horas e meia.
 
Clique para ampliar

 

1. Decidi começar meu roteiro pela Gran Vía
A Gran Via, como o próprio nome sugere, é a principal avenida de Madri. A avenida é marcada pelo grande comércio, com muitas lojas bonitonas, hotéis, cinemas e teatros antigos.

Além dessa riqueza de opções, uma das coisas que mais chama atenção na avenida é a arquitetura, com destaque no estilo neoclássico! Vale a pena olhar com carinho para os belíssimos edifícios ao longo da avenida.

 

O edifício Metropolis foi o que mais me chamou a atenção, ele é um prédio comercial, mas parece uma obra de arte!

 

 

Siga caminhando pela Gran Vía descendo em direção à Calle de Alcalá.
2. Plaza de Cibeles
Localizada entre a Calle de Alcalá, Paseo del Prado e Paseo de Recoletos, a Plaza de Cibeles é uma das praças mais famosas da cidade.

 

 

Além da atração principal da praça, o Palacio de Telecomunicaciones, ou Palacio de Cibeles, você também encontra no local o Banco de España, Palácio Buenavista e o Palacio de Linares.

 

 

Continue pela Calle de Alcalá para chegar na próxima atração.
3. Puerta de Alcalá
Na Plaza de la Independencia está localizada a Puerta de Alcalá, que era a porta de entrada da cidade e hoje é um dos principais símbolos de Madri.

 

 

A porta fica num local bem movimentado, então cuidado ao tirar fotos!
Então siga para a entrada do Parque Del Retiro.
4. Parque del Retiro
O Parque del Retiro é um belo parque público cheio de verde, fontes, lagos, esculturas e palácios. Além de estar cheio de artistas de rua e comidinhas tentadoras.

 

 

Um dos principais pontos do parque é a lagoa que possui o monumento a Alfonso XII e fica cheia de pedalinhos para passear por ela.

 

 

O parque é bem conservado e um ótimo local de descanso, mas o que eu mais queria ver era o Palácio de Cristal, que também fica dentro do parque.
Então siga o caminho e as indicações.

 

Precisando de ajuda para programar seu intercâmbio sem contratar agência? Eu posso te ajudar! Envie um email que a gente conversa 

 
5. Palacio de Cristal
Construído para sediar uma exposição de flora e fauna vindas das Filipinas, hoje o Palácio de Cristal abriga exposições artísticas e compõem um dos mais lindos cartões postais da cidade.

 

 

 

Todo entorno do palácio é lindo e com certeza vale a visita! A entrada é gratuita.

 

 

Depois de tirar muitas fotos, para continuar o roteiro, saia do parque em direção à Calle de Felipe IV.
6. Puerta del Sol
Continuei meu roteiro em direção a movimentada praça Puerta del Sol!
Esse lugar é onde está marcado o começo de Madri, literalmente, pois lá fica o marco zero da cidade e a quilometragem das estradas espanholas.

 

Fonte: Spain.info
Eu aproveitei para almoçar por lá.. O local possui varias opções de restaurantes e lanchonetes.
Depois siga pela Calle Mayor até nossa próxima atração.
7. Plaza Mayor 
Uma das mais belas praças de Madri, a Plaza Mayor foi construída no século XVI e é rodeada de edifícios residenciais quase que iguais, com exceção da Casa de Cultura que fica entre as duas torres e possui belas pinturas na fachada.

 

 

No passado, a praça foi palco de famosas touradas espanholas, além de protestos e até execuções.
Hoje o local é muito agradável e um dos pontos que mais gostei na cidade. Por ali você pode aproveitar para comer comida típica, como os sanduíches Bocadillos, feitos com chouriço.

 

 

Daí então é hora de seguir em direção do famoso Palácio Real.
8. Palacio Real de Madrid
Esse grande e luxuoso palácio demorou mais de 20 anos pra ser construído e é até hoje residência da família real espanhola, sendo utilizado para ocasiões especiais pela monarquia.

 

 

É possível fazer uma visita pelo palácio, mas com pouco tempo, infelizmente não deu.
Se você quiser e tiver um tempinho, vale a pena visitar os jardins do palácio. É gratuito.

Finalizando esse tour, eu decidi voltar para a Gran Vía porque queria fazer umas comprinhas da gigante Primark que tem lá… Mas quem já precisa voltar para o aeroporto, existe uma estação de metrô bem em frente ao palácio (estação Opera). Com isso, é só fazer o caminho inverso ao da vinda para chegar novamente no aeroporto.

 

Espero que tenham gostado! E lembrando que o Blog oferece serviço de consultoria de intercâmbio e roteiros personalizados.

Indique e contribua para a continuidade do meu trabalho. 😉

↠ Planeje sua viagem com o Mochila, Câmera e Ação ↞
——————————————————————————————

Precisando de ajuda para programar seu intercâmbio sem contratar agência? Eu posso te ajudar!

↠ Já tem seguro de viagem? Cote seu seguro com a Mondial e aproveite as promoções especiais!

↠ Reserve sua estadia pelo Booking através do Blog, você não paga nada além por isso! 

 

↠ Roteiros personalizados?? Pergunte-me como.

 

——————————————————————————————

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.