O que fazer em Ouro Preto? Obras de Aleijadinho e muitas atrações na cidade histórica de Minas Gerais

Se você gosta de história e arquitetura não pode deixar de conhecer Ouro Preto em Minas Gerais!
Visitar Ouro Preto é a chance de conhecer o passado do nosso Brasil, em uma cidade histórica muito bem preservada, que narra em vários cantos a época da extração de ouro que voltou os olhos do mundo para nosso país.

Também há uma infinidade de igrejas belíssimas, repletas de obras de arte dos artistas brasileiros Aleijadinho e Mestre Ataíde, sem contar a gastronomia mineira que é um capítulo à parte! 😍

Ouro Preto foi a primeira cidade brasileira a receber o título de Patrimônio Cultural da Humanidade, por ai você já pode imaginar que andar por suas ruas é respirar história.

Leia agora sobre o que fazer em Ouro Preto e se encante!


O que fazer em Ouro Preto?

Igreja São Francisco de Assis

Considerada uma obra-prima do barroco mineiro e a igreja mais imponente de Ouro Preto, a Igreja São Francisco de Assis teve sua construção iniciada em 1765, no entanto, somente finalizada em 1810. O projeto da igreja é do Aleijadinho e sua fachada foi a mais interessante que vi nessa viagem.

Aleijadinho trabalhou durante 25 anos nessa igreja e Manuel da Costa Ataíde, o Mestre Ataíde, 10 anos.

Falando um pouquinho sobre a fachada da Igreja São Francisco de Assis, o Aleijadinho retratou o período das cruzadas (guerras religiosas) que São Francisco participou, então ele teve a ideia de fazer a igreja no estilo militar, com as torres redondas que lembram uma guarita e o final das torres tem formato de capacete. Do lado da cruz, as bolas com chamas que seriam as bolas de canhões. Também a cruz de dois braços, que é a cruz de Lorena que seguia em frente as cavalarias em casos de guerras religiosas.

O medalhão da fachada esculpido por Aleijadinho certamente é belíssimo e cheio de detalhes com história, nosso guia explicou tudo.

No interior, a pintura do forro da nave da Igreja São Francisco de Assis chama atenção! Essa pintura é considerada uma das maiores obras do pintor Mestre Ataíde, que a fez como uma forma de protesto. Reparem que a Nossa Senhora é branca, mas possui os lábios carnudos remetendo aos escravos da época, além disso, os anjinhos nas laterais são mulatinhos.

Vê se não lembra a Capela Sistina do Vaticano

Mais um detalhe bem interessante dessa pintura é que Mestre Ataíde e Aleijadinho eram artistas contemporâneos, ou seja, um pintava e o outro esculpia no mesmo lugar, então ele resolve homenagear o amigo Aleijadinho nessa pintura. Os anjos segurando instrumentos abaixo da Nossa Senhora são barbudos justamente para representar o Aleijadinho.

Altar riquíssimo da Igreja de São Francisco

Endereço: Largo de Coimbra
Horários de visitação: terça a domingo das 8h30 às 12h e das 13h30 às 17h
Entrada: R$10

Feira do Largo de Coimbra

Inicialmente chamado de Largo do Pelourinho, esse era o espaço urbano mais movimentado da antiga Vila Rica, posteriormente foi chamada de Ouro Preto.

A feirinha que acontece todos os dias é uma verdadeira perdição, com diversas barraquinhas vendendo produtos artesanais em pedra-sabão. Eu enlouqueci e queria trazer tudo, pois o trabalho é realmente lindíssimo.

O local é muito agradável, com belos prédios ao redor, vistas para o Pico do Itacolomi e o caminho sinuoso em forma de “S” da Ladeira de Santa Efigênia.

______________________________________
Siga nosso Instagram e fique por dentro das novidades @mochilacameraacao ! E mais fotos da Bahia seguindo a #MochilaemMinas

Igreja Nossa Senhora do Carmo

Igreja dedicada a Nossa Senhora do Carmo, que foi nomeada após sua aparição no Monte Carmelo na Palestina, sua construção foi entre os anos 1766 a 1776 onde anteriormente estava localizada uma capela.

A igreja foi trabalhada no estilo barroco rococó, ou seja, no chamado período da escassez do ouro, onde apenas os entalhes são pintados a ouro.

Barroco vem da palavra pérola e suas características são movimento, igualdade, religiosidade e horror ao vazio. O barroco se divide em três fases: 1ª Nacional Português, 2ª Joanino e 3ª Rococó.

Mais uma bela arte no teto da Igreja Nossa Senhora do Carmo

Duas curiosidades a respeito da Igreja Nossa Senhora do Carmo é que a maior parte dela é obra do arquiteto Manuel Francisco Lisboa, pai de Aleijadinho. Além disso, é a única igreja de Ouro Preto com legítimos azulejos portugueses.

Endereço: Rua Brigadeiro Musqueira, s/n
Horários de visitação: de segunda-feira a sábado, das 8h30 às 11h20 e das 13h às 16h50, domingo das 10h às 14h50.
Entrada: R$3

LEIA TAMBÉM: Como arrumar mala para 3 dias de viagem no verão?
O que fazer em Arraial d’Ajuda – Bahia: praias, atrações e muitas dicas

Igreja Matriz de Nossa Senhora do Pilar

A igreja mais luxuosa de Ouro Preto, era nela onde ministros e pessoas importantes tomavam posse.

O trabalho dessa igreja foi realizado por importantes figuras: Manuel Francisco Lisboa, Francisco Xavier de Brito, Antônio Francisco Pombal e Francisco Félix.

Seu interior é impressionante, com mais de 400 quilos de ouro ornamentando diversas partes da igreja. A pintura do teto mais uma vez chama a atenção. A pintura feita pelo artista João de Carvalhais e ele vem representando o novo e o velho testamento. O cordeiro no meio do teto muda a posição conforme nos posicionamos na igreja. De um ponto ele está em cima da cruz, mas se olharmos de outro ângulo ele passa estar embaixo da cruz.

Existe um Museu de Arte Sacra no subsolo da sacristia da Igreja Matriz de Nossa Senhora do Pilar, mas acabei não visitando. Quem tiver mais tempo acredito que vale a pena.

Endereço: Praça Monsenhor João Castilho Barbosa
Horários de visitação: segunda a sexta das 9h às 10h45 e das 12h às 16h45, sábado e domingo das 9h às 17h
Entrada: R$10

Capela do Padre Faria

O Padre Faria foi o padre a realizar a primeira missa em Ouro Preto na Igreja de São João e essa capela foi construída em sua homenagem.

Ela faz aquele estilo barroco de extremamente simples por fora, mas cheia de riqueza por dentro.

O altar da capela foi construído no estilo da primeira fase do barroco, chamado de Nacional Português, com aquela característica de “horror ao vazio”. E apesar de pequeno ele é realmente repleto de ouro.

Reparem também na cruz na frente da capela, a cruz de três braços chamada de Cruz Papal que significa os três poderes do Papa: temporal, material e espiritual.

Endereço: Rua Padre Faria, s/n – Padre Faria
Horários de visitação: terça a domingo das 8h30 às 16h30
Entrada: R$5

Praça Tiradentes

O coração de Ouro Preto, a praça ganhou em 1894 a estátua de Tiradentes e foi então que passou a ser chamada de Praça Tiradentes, pouco mais de 100 anos após a Inconfidência Mineira (1789).

Falando um pouquinho de história, o mártir da independência, Joaquim José da Silva Xavier, o Tiradentes foi enforcado e esquartejado em 21 de abril de 1792 no Largo da Lampadosa no Rio de Janeiro e partes do seu corpo foram deixadas nas cidades que tramaram a Inconfidência, e foi nessa praça que ficou exposta a cabeça de Tirantes.

Hoje na praça estão dois importantes prédios históricos, o Museu da Inconfidência (antiga Casa da Câmara e Cadeia) e o Museu de Ciência e Técnica (antigo Palácio dos Governadores).

LEIA TAMBÉM: O que fazer no Rio de Janeiro de graça? 22 atrações gratuitas
As melhores praias de Florianópolis | Santa Catarina |

Museu da Inconfidência

Minha única decepção em Ouro Preto foi não ter conseguido visitar o Museu da Inconfidência, eu fui no final de dezembro então estava fechado nos dias em que estive na cidade. No entanto, deixo aqui as informações para que vocês possam fazer essa visita que certamente é muito interessante.

“Em meados da década de 30, o presidente Getúlio Vargas determinou que os restos mortais dos participantes da Inconfidência degredados para a África fossem trazidos de volta ao Brasil. Os ossos que puderam ser exumados chegaram em 1937. Numa época em que o resgate da memória brasileira começava a se tornar prioridade tanto para governo quanto para intelectuais, o local para depósito daquelas relíquias só poderia ser Ouro Preto.

Ao ser esvaziado em 1938 o prédio da antiga Casa de Câmara e Cadeia de Vila Rica, que ultimamente funcionava como penitenciária estadual, um dos seus salões destinou-se para abrigar o Panteão dos Inconfidentes, que foi inaugurado no dia 21 de abril de 1942, data do transcurso do 150º aniversário da sentença condenatória dos inconfidentes. Em seguida, por meio de decreto-lei do governo federal, criou-se o Museu da Inconfidência, que completaria a ocupação do imóvel, sendo inaugurado em 11 de agosto de 1944, ao término das reformas para a adaptação do edifício à nova função.”

Fonte: https://museudainconfidencia.museus.gov.br/

Endereço: Praça Tiradentes, 139
Funcionamento: terça a domingo das 10h às 18h, sexta das 10h às 20h, sábado das 10h às 17h e domingo das 9h às 14h
Entrada: R$10

Você viaja com Seguro Viagem? Ele é importante também para quem viaja pelo Brasil. Com o Seguro Viagem você tem assistência médica e odontológica em qualquer lugar, além de seguro de bagagem, cancelamento de voo e etc.

Com a Seguros Promo você faz uma cotação online e recebe o comparativo de preços das melhores seguradoras. Assim você garante o melhor preço e qualidade. Utilize o cupom CAMERAEACAO5 e garanta 5% de desconto além das promoções vigentes no site da Seguros Promo.

Mina Jeje

Haviam cerca de 2 mil minas de ouro em Minas Gerais durante o século XVIII, 400 delas dentro da cidade de Ouro Preto, sem contar com a extração de ouro nos rios e nas montanhas. Somando tudo, ao longo do século XVIII, a Coroa portuguesa conseguiu registrar 650 toneladas de ouro.

Além disso, a coroa portuguesa arrecadou 105 toneladas diretamente cobrando o imposto conhecido como Quinto, que seria 20% da produção. No entanto, os mineradores não queriam pagar esse imposto então o chamaram de “o quinto dos infernos”. Além do quinto, também cobravam taxa de fundição, taxa de transporte, entradas e saídas (uma espécie de pedágio) e dízimo, com isso mais 60 toneladas de ouro foram enviadas a coroa portuguesa. Não bastando isso, a partir de 1751 a Coroa estipulou uma meta anual a ser atingida na cobrança do quinto que iria arrecadar no mínimo 1500 kg de ouro, e se não conseguissem, guardas entrariam nas casas das pessoas para confiscar riquezas. Essa ação foi chamada de derrama. A inconfidência mineira que tanto ouvimos em Ouro Preto foi justamente contra a cobrança do Quinto.

Para realização do passeio é obrigatório usar equipamentos de proteção individual (capacete e touca) dessa forma são fornecidos na mina. Esse passeio consiste em conhecer um pouco mais a história da extração de ouro em Minas e visitar o interior da mina de ouro.

Interior da mina de ouro

É impressionante estar num lugar desses e imaginar tanto sofrimento. As minas eram construídas com trabalho escravo, com instrumentos básicos, elas são estreitas e com pouca ventilação, mas não há perigo na visitação. Reparem nas marcas nas paredes, elas são originais da época, feita com as ferramentas dos escravos.

Endereço: Rua Chico Rei, 371, Alto da Cruz
Funcionamento: diariamente das 9h às 17h
Entrada: R$30

Nossos passeios foram realizados com o guia turístico Cláudio que trabalha na Pousada Vila Rica, onde nos hospedamos. Custou apenas R$40 por pessoa com transporte incluso. Valeu muito a pena e eu recomendo demais!


Onde se hospedar em Ouro Preto?

Eu estava viajando de carro entre final de dezembro e começo de janeiro, e como foi uma viagem de última hora, acabei reservando todas as hospedagens praticamente quase chegando na cidade!! No entanto, para minha surpresa, a hospedagem em Ouro Preto surpreendeu bastante.

Ficamos hospedados na Pousada Vila Rica no centro histórico de Ouro Preto por duas noites, de 29 a 31 de dezembro e a diária para 2 pessoas custou apenas R$145 com café da manhã incluso.

A pousada fica num casarão antigo muito interessante, apesar de estar com partes precisando de manutenção, o clima antigo do lugar dá um charme. O staff é maravilhoso, muito educados e prestativos.

O quarto é bem simples, no entanto é grande e com varandinha com uma bela vista da cidade. Café da manhã também é simples mais muito gostoso (pão de queijo fresquinho e queijo mineiro). A localização é boa, podendo ir a pé ao centro histórico. Se você não se importa em ficar num local simples, indico muito a Pousada Vila Rica. Para mim valeu demais o custo-benefício. Verifique aqui a disponibilidade.

Outra opção é alugar a hospedagem pelo AirBnB. Aproveite o desconto de R$130 que o blog oferece em sua primeira viagem reservando com a AirBnb. 😉

Mais hospedagens em Ouro Preto

Hotel Pousada Casa Grande – hotel em estilo colonial, localizado no centro histórico de Ouro Preto, apresenta decoração regional e vista panorâmica da cidade. Buffet de café da manhã composto por uma variedade de frutas, pães artesanais e bolos. Diárias entre R$250 e R$290 com café da manhã para duas pessoas. |Reserve aqui|

Hotel Pousada Clássica – situada a poucos passos de diversos bares e restaurantes e a 40 metros da Praça Tiradentes. Oferece um buffet de café da manhã que inclui uma variedade de frutas, pães e frios, bem como uma seleção de bebidas quentes e frias. Diárias entre R$330 e R$409 com café da manhã para duas pessoas. |Reserve aqui|

Pousada Ouro Preto – fica apenas a 400 metros da Praça Tiradentes e do Museu da Inconfidência, é uma pousada simples com decoração rústica. Oferece buffet de café-da-manhã diário com frutas da estação, sucos naturais e pãezinhos. Diárias entre R$162 e R$275 com café da manhã para duas pessoas. |Reserve aqui|

Mirante Hotel – oferece área de lazer com piscina coberta, sauna, banheira de hidromassagem e salão de jogos. Localizado a 1 km da Praça Tiradentes. Diárias entre R$243 e R$379 com café da manhã para duas pessoas. |Reserve aqui|

Pousada Casa do Pilar – pousada aconchegante e bem localizada, fica a 80 metros da Igreja do Pilar e da Prefeitura de Ouro Preto. Diárias entre R$210 e R$350 com café da manhã para duas pessoas. |Reserve aqui|


Onde comer em Ouro Preto?

A gastronomia mineira é na minha opinião uma das melhores do Brasil. Então estar em Minas Gerais é um prato feito para quem gosta de comer com fartura e muito sabor.

Aqui vão algumas dicas de lugares que comi em Ouro Preto e recomendo!

Porão Cervejaria

Para quem gosta de experimentar cervejas, eles possuem um vasto menu de cervejas artesanais. Além disso, os pratos são deliciosos e bem servidos. A decoração é bem interessante, bem rústica em um verdadeiro porão.

Nossa pedida foi a carne de sol (R$63) que estava maravilhosa. O preço das cervejas varia entre R$21 a R$30.

Endereço: Rua Conde de Bobadela, 160/162, Ouro Preto

O Sótão

Típica culinária mineira com buffet à vontade! Fomos no almoço e eu realmente comi por 2! hehe

Custa R$30 e você pode se servir quantas vezes quiser, incluindo a sobremesa. O ambiente é agradável, com música ao vivo e uma decoração bonita! Também há opção de rodízio de pizza e panqueca.

Endereço: Rua São José, 201, Ouro Preto

Escada Abaixo

Atendimento excelente, ambiente agradável, cardápio variado e com comida saborosa. Também há variedade de drinks e para quem quer curtir mais no estilo balada, descendo as escadas do restaurante você encontra um pub que toca rock.

Endereço: Rua Conde de Bobadela 122, Centro, Ouro Preto


PLANEJE SUA VIAGEM COM O BLOG! RESERVE AQUI!

Ao fazer uma reserva com um link do blog, eu ganho uma pequena comissão e você não paga nada a mais por isso. Assim você me ajuda a continuar mantendo o Blog e trazendo conteúdos gratuitos para mais viajantes!

🛏️ Hospedagem 🛏️
Reserve o seu hotel, hostel ou apartamento no Booking e casas no AirBnb

🚑 Seguro viagem 🚑
Garanta uma viagem tranquila com a Seguros Promo (cupom desconto CAMERAEACAO5)

🎟️ Passeios e ingressos 🎟️
Encontre tours para muitas atrações na DeNomades e GetYourGuide

📲 Chip de celular 📲
Internet no seu celular em diversos países na EasySim4U

🗺️ Intercâmbio 🗺️
Realize seu sonho de estudar inglês em Malta na am Language e ainda ganhe 15% de desconto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.