O que fazer em Éfeso: as mais belas ruínas da Turquia

O que fazer em Éfeso: as mais belas ruínas da Turquia

 

Se você gosta de história, provavelmente já ouviu falar de Éfeso! Ou não?!
Bem, Éfeso, ou Ephesus, é a cidade onde estão localizadas as ruínas mais importantes de toda a Turquia!
Eu que sou fã de história e apaixonada por ruínas, precisava visitar esse lugar que já foi um grande centro da antiguidade datado antes mesmo de Cristo! Na verdade Éfeso era a segunda cidade mais importante do mundo antigo, ficando atrás somente de Roma durante o Império Romano.
Falando em ruínas, Éfeso possui uma das maiores coleções de ruínas romanas do mundo e por incrível que pareça somente 20% da cidade pôde ser escavada.
Com uma localização privilegiada, seu porto ligava as regiões do leste com o Mar Mediterrâneo, a cidade passou por muitos domínios e conflitos. Já esteve nas mãos de Alexandre, o Grande, dos egípcios e romanos.

Eu fiquei apaixonada por Éfeso, sem dúvidas um dos pontos mais altos da minha viagem de intercâmbio! Mas vamos para as atrações que merecem todo o meu respeito e que vão fazer você também sentir vontade de visitar o lugar!

Mapa da antiga cidade de Éfeso (clique para ampliar)

 

Teatro Odeon

Era um teatro fechado usado para reuniões do Senado e performances artísticas em concertos. O lugar era considerado o parlamento da cidade. Quando se iniciaram as escavações em Éfeso, todo o teatro estava completamente submerso.

 

 

Já tem seguro de viagem? Não se esqueça que na Europa o seguro viagem é obrigatório!! Cote seu seguro com a Mondial e aproveite as promoções especiais!

 

Pritaneu, ou “Prytaneo”
Era um edifício administrativo onde funcionavam escritórios, arquivos e salas de reunião, sim temos muitos desses hoje em dia, mas imagina só essa organização já há séculos atrás. Em seu pátio ficava uma chama sagrada em homenagem a deusa do lar, Hestia. Essa chama era mantida por sacerdotes chamados Curetes, que na mitologia, a palavra “Curates” é referente aos semideuses.

 

 

 

Vai também visitar Istambul?! Sugiro duas hospedagens que já estive: Hotel Empress Zoe e Hotel Ibrahim Pasha

 

Rua dos Curetes
Uma das principais ruas de Éfeso era pavimentada toda em mármore branco (que chique!) que cobria o grande sistema de saneamento na cidade e que ainda hoje pode ser visto em partes. A rua é muito movimentada, com um vai e vem de turistas, antigamente não era diferente, já que por ali havia muito comercio. A rua ligava a parte administrativa e política com a parte pública da cidade. Ela é a principal porta de entrada a Biblioteca de Celsus.

 

 

 

Atuais moradores de Éfeso

 

Templo de Adriano
Construído originalmente em 138 d.C. como uma homenagem ao imperador romano Adriano. Em sua bela fachada (não me achem maluca, eu imagino mesmo como era lindo só olhando as ruínas) existe uma imagem da deusa Tique, a Deusa da Vitória. Dentro dele, dizem ter uma imagem da Medusa, mas não vi porque sinceramente morro de medo de virar pedra (haha sem brincadeira).

 

 

Fonte de Trajano
Também na Rua dos Curetes, fica a fonte construída em homenagem ao Imperador Trajano, que governou durante o Império Romano mesmo não tendo nascido em Roma.

 

Biblioteca de Celsus
A atração mais esperada de Éfeso foi construída em 115 d.C. e abrigou mais de 12 mil pergaminhos, sendo considerada a terceira biblioteca mais rica e importante nos tempos antigos, só perdendo para as bibliotecas de Alexandria e Pérgamo.

 

 

Mesmo com tanta antiguidade, a Biblioteca de Celso é muito bem conservada e impossível não se sentir impressionado com tamanha grandiosidade. Sua fachada feita de puro mármore resiste até hoje, ainda que com algumas restaurações, com detalhes esculpidos em baixo relevo que podemos apreciar. Além de seus três belos portões e quatro estátuas de deusas simbolizando: Sabedoria (Sophia), Conhecimento (Episteme), Virtude (Arete) e Inteligência (Ennoia).

 

Sofrido momento que você quer tirar uma foto no monumento e ele tá lotado…

 

 

*detalhe: elas são replicas, as originais estão em um museu em Viena, na Áustria.
A biblioteca foi uma homenagem ao governador do Império Romano Tiberius Julius Celsus Polemaeanus, que curiosamente, está sepultado lá.

 

Bem ao lado da biblioteca estão três arcos que eram porta de entrada do Mercado Público da cidade. Eu não entrei lá para ver o que tinha, mas gostei da composição do cenário!

 

Grande Teatro
A enorme estrutura foi construída no século III a.C. e a capacidade para 25 mil espectadores, o equivalente a metade do Coliseu Romano. Esse teatro era utilizado para realização de concertos, peças de teatro e lutas de gladiadores e animais.
Hoje em dia, ainda é utilizado como palco de apresentações abertas ao público.

 

 

A rua que podemos ver em frente ao Grande Teatro se chama Rua do Porto, que ligava o teatro ao cais do porto. Diz a história que Marco Antônio e Cleópatra desfilaram por essa rua durante uma visita a Éfeso.
DICAS:

 

  • Use sapatos confortáveis, você vai andar bastante. Por lá tem ladeiras, escadas e um piso irregular.
  • Leve sua água: o lugar não tem nenhum bebedouro, nem fontes e nem lojinha para comprar água. É só ruína atrás de ruína.
  • Dedique pelo menos 2 horas para visitar Éfeso. O ideal para ver tudo com calma são de 2 a 3 horas.
  • Se for no verão, leve um chapéu ou boné, protetor solar ou uma sombrinha. A caminhada é grande e as sombras são bem poucas.

Funcionamento diário:

Abril a outubro: 8:30 às 19

Novembro a março: 8 às 17
Ingresso: 40 liras turcas (+/- R$38)

 

Como chegar a Éfeso:

 

  • Avião + ônibus ou trem
O aeroporto mais próximo fica em Izmir (a terceira maior cidade da Turquia).
De lá você pode pegar um trem ou ônibus para a cidade de Selçuk, a viagem leva cerca de 1h10.
Chegando lá, você precisa pegar um microônibus até a entrada de Éfeso, em torno de 10 minutos de viagem.
De Izmir para Éfeso são 80km de distância.

 

  • Carro

Outra opção é chegar de carro, exatamente como eu fiz. Tem um estacionamento bem grande em frente a entrada das ruínas.

O que fazer nos arredores:
Claro que com tanta coisa para ver em Éfeso, já era de se esperar que em toda região se tenha coisas interessantes para visitar!
Infelizmente não tive tempo, mas aqui vão dicas para quem puder aproveitar a visita e continuar mergulhando em história!

 

  • Casa da Virgem Maria: a região também onde todos os anos milhões de fiéis vão visitar o local, que supostamente tenha sido a ultima residência de Maria, mãe de Jesus! A história diz que Maria foi confiada aos cuidados de João Evangelista após a crucificação de Jesus e que para fugir das perseguições, morou em uma casinha nessa região por anos.

 

  • Templo de Ártemis: construído em homenagem à Diana, deusa da caça, o enorme templo foi, nada mais nada menos, que uma das 7 Maravilhas do Mundo Antigo (hoje só estão de pé as Pirâmides de Gizé). Quem for fazer a visita, é bom saber que só resta uma única coluna das 127 que já fizeram parte do templo. Vale pela história né!

 

  • Museu Arqueológico de Éfeso: fica a 4km da cidade de Éfeso e expõe a história das escavações das ruínas de Éfeso, além de duas estátuas da deusa Artemis.

 

  • Basílica de São João: construída pelo Imperador Justiniano, reza a lenda que exatamente no local onde o discípulo João foi enterrado.

Eu amo a Turquia e me surpreendi ainda mais nessa segunda visita ao país!!
E aí, gostou?? Compartilha esse post e me ajuda a divulgar o meu trabalho com o Blog!

Planejando conhecer a Turquia?! Não deixe de ler os outros posts aqui do Blog:

 

↠ Planeje sua viagem com o Mochila, Câmera e Ação ↞
——————————————————————————————
↠ Precisando de ajuda para programar seu intercâmbio sem contratar agência? Eu posso te ajudar!
↠ Já tem seguro de viagem? Cote seu seguro com a Mondial e aproveite as promoções especiais!
↠ Reserve sua estadia pelo Booking através do Blog, você não paga nada além por isso! 
↠ Roteiros personalizados?? Pergunte-me como.

 

——————————————————————————————

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.