O que fazer em Berlim: 13 atrações imperdíveis!

O que fazer em Berlim: 13 atrações imperdíveis!

Berlim, uma cidade tão cheia de história, não poderia ficar de fora da minha lista de lugares para visitar!! 
Sem dúvidas o Muro de Berlim choca até hoje, ele tinha 155 quilômetros de extensão e desses, mais de 40 quilômetros passavam no centro da cidade, dividindo em dois literalmente: Berlim Ocidental e Berlim Oriental! Ao longo do muro havia diversas torres de observação e a ordem era para atirar em qualquer um que tentasse fugir de um lado para outro. Foram mais de 4 mil tentativas de fuga e muitos perderam a vida.
Com um passado tão pesado e hoje é uma cidade tão diversificada, cheia de cultura, alto astral e linda! Berlim não dorme, não para. Sempre em movimento e com infinitas coisas para fazer!
Eu amei!! Vem comigo conhecer 13 atrações imperdíveis em Berlim!
1. Memorial do Muro de Berlim e a Bernauer Straße

A Bernauer Straße é a rua com mais histórias em toda a cidade, nela ficaram marcados acontecimentos tristes.. A rua limitada dois bairros, o Wedding e o Mitte, com a divisão de Berlim depois do fim da Segunda Guerra, parte dela ficou pertencendo aos franceses e outra parte aos soviéticos. Com isso, sem aviso prévio, na noite de 13 de agosto de 1961, o muro começou a ser erguido e famílias e amigos ficaram separados.
Toda essa área é um museu a céu aberto, com vários fragmentos do muro e alguns pontos de protestos e lembranças da época. Também encontramos algumas colunas com textos e fotos contando fatos da época, como tentativas reais de fuga, com nomes e datas. Estar ali é reviver a história, para mim foi o ponto mais marcante da minha estadia em Berlim.

E o Memorial do Muro de Berlim fica justamente nessa importante rua. O memorial foi feito para mais uma vez lembrar as marcas da Guerra e do nazismo. Nele você conhecerá mais sobre a história do muro, como sua construção e sua queda, além de seus fatos tristes e trágicos.

Do alto do prédio do Memorial podemos ver um trecho bem preservado do muro, uma torre de observação e a “faixa da morte” onde ocorriam execuções.

O memorial é totalmente gratuito e os horários de funcionamento de sua base são: terça a domingo, das 9:30 às 19h.
Endereço: Bernauer Str. 111
Como chegar: S-Bahn: (linhas S1, S2, S25) estação Nordbahnhof / U-Bahn: (linha U8) estação Bernauer Str.Bonde; (linha M10) parada Gedenkstätte Berliner Mauer

2. Museu Judaico (Jüdisches Museum)

Impossível ir a Berlim e não mergulhar na história dos judeus, por isso esse era o museu que eu estava mais ansiosa para conhecer!! Ele é o maior museu judaico da Europa, com um acervo incrível.
Facilmente se leva um dia inteiro por ali.. é muita coisa para ver!!! Filmes, depoimentos, fotos. O museu também é bem interativo e alguns pontos são realmente marcantes para mim e destaco:

  • O corredor repleto de rostos no chão, que ecoa um barulho arrepiante aos pisarmos nas peças de aço.

  • O Eixo do Holocausto, uma sala toda escura com apenas uma brecha de luz.

  • O jardim do exílio, que foi todo construído para passar a impressão de instabilidade lembrando o sentimento dos judeus ao serem expulsos de seu país.
Algo a se destacar também é que o prédio foi construído deixando alguns eixos vazios que representam a ausência dos judeus na Alemanha. 
Horário: segunda 10h às 22h, terça a domingo 10h às 20h.
Endereço: Lindenstraße Lindenstr. 9-14
Como chegar: U-Bahn: (linha U1) estação Hallesches Tor; (linha U6) estação Hallesches Tor ou  Kochstrasse / Ônibus: (linhas 248) parada Jüdisches Museum

Entrada: 8 €

3. East Side Gallery

Por toda cidade de Berlim você verá fragmentos do muro… Mas é a East Side Gallery que mais atraí turistas!! Considerada a maior galeria à céu aberto do mundo, foi uma forma linda de dar alegria ao Muro de Berlim!
Possui aproximadamente 1.315 metros de muita arte! Essa grande parte do muro foi pintada no ano de 1990, pouco depois da queda do muro! Muitos painéis precisaram de reforma e hoje temos 101 imagens pintadas em comemoração à queda do muro e também alguns protestos!!
Quer mais informações, visite o site da galeria: http://www.eastsidegallery-berlin.de/

Endereço: Mühlenstraße 1, Friedrichshain
Como chegar: S-Bahn (linhas S5, S7, S75) estação Warschauer Str. / U-Bahn: (linha U1) estação Warschauer Str.
4. Memorial do Holocausto (Stiftung Denkmal)

O memorial dedicado aos Judeus mortos na Europa impressiona… é um quarteirão inteiro de muitas lembranças e reflexões. Cerca de 6 milhões de judeus foram mortos durante o Nazismo, o lugar traz um vazio que deixa a gente pensando no que o ser humano é capaz de fazer com seu semelhante. Os blocos de concreto, de variados tamanhos, representam os judeus mortos.
Com certeza é um dos lugares mais emocionantes de Berlim.
Como o memorial está em um lugar aberto, não é cobrada entrada, porém é possível pegar um áudio guia por 4 euros.
Horário: abril a setembro, de terça a domingo, das 10h às 20h. outubro a março, de terça a domingo, das 10h às 19h.
Endereço: Cora-Berliner-Straße 1, Tiergarten
Como chegar: S-Bahn: (Linhas S1, S2, S25) estação S+U Brandenburger Tor / U-Bahn: (linha U55) estação S+U Brandenburger Tor / Ônibus: (linha 200) parada Behrenstr./Wilhelmstr.; (linha TXL) parada S+U Brandenburger Tor; (linhas 100 e M85) parada Reichstag/Bundestag

5. Ilha dos Museus (Museumsinsel)

O paraíso para quem ama museus, não é?! A ilha no meio da cidade, no Rio Spree, abriga cinco importantíssimos museus.
Quer saber sobre eles?! Lá vai:
  • Museu Pergamon (Pergamonmuseum): Antiguidade Clássica, Arte Islâmica e Antigo Oriente, o mais famoso e visitado de Berlim.
  • Altes Museum (Museu Antigo): primeiro museu público da antiga Prússia, destruído durante a Guerra e reconstruído em 1960. Possui uma exposição permanente de artes e esculturas gregas e romanas.
  • Neues Museum (Novo Museu): mais uma construção que sofreu durante a segunda guerra e permanecido como ruínas por um bom tempo.Nele estão coleções egípcias e pré-históricas, onde está o famoso busto da Rainha Nefertiti.
  • Bode Museum: um dos prédios mais bonitos, possui coleções de esculturas da Idade Média, Arte Bizantina e império Romano.
  • Alte Nationalgalerie: coleção de arte do período da Revolução Francesa e Primeira Guerra Mundial.
Quem quiser visitar um ou dois museus é possível comprar ingresso separado, mas para quem quer passar um tempo por lá visitando todos eles e outros museus da cidade, é legal comprar o Museum Pass Berlin que custa 24 € e é válido por três dias.
Mais informações pelo site: hhttp://www.smb.museum/en/home.html
Como chegar: S-Bahn: (linhas S1, S2, S25) estação Friedrichstrasse; (linhas S5, S7, S75) estação Hackescher Markt / U-Bahn: (linha U6) estação Friedrichstrasse / Ônibus: (linhas 100 e 200) parada Lustgasten; (linha TXL) parada Staatsoper
6. Berliner Dom (Catedral de Berlim)
Além dos cinco museus, na Ilha de Museus você também vai encontrar a Catedral de Berlim.
Uns dos locais que eu mais queria visitar em Berlim, a grandeza e beleza não decepcionam!
A maior igreja da cidade na verdade e o mais importante símbolo do protestantismo em Berlim.
Se quiser fazer uma visita em seu interior e cúpula é possível. 

Horário das visitas: segunda a sábado, das 9h às 20h e aos domingos e feriados, das 12h às 20h. 
Entrada: 7 € 
Como chegar: S-Bahn: (linhas S1, S2, S25) estação Friedrichstrasse; (linhas S5, S7, S75) estação Hackescher Markt / U-Bahn: (linha U6) estação Friedrichstrasse / Ônibus: (linhas 100 e 200) parada Lustgasten; (linha TXL) parada Staatsoper
7. Brandenburg Tor
Durante a Guerra Segunda Guerra e a divisão da Alemanha durante o regime nazista, o portão separava a cidade em dois lados: Oriental e Ocidental! Dá para imaginar isso? Com a queda do Muro de Berlim em 1989 e a reunificação da Alemanha, o Portão de Brandenburg se tornou um símbolo da nova Alemanha.
Além disso, também é ponto de união de três importantes partes da cidade: o Tiergarten, Reichstag e Potsdamer Platz.
Endereço: Pariser Platz, Mitte
Como chegar: S-Bahn: (linhas S1, S2, S25) estação Brandenburger Tor / U-Bahn: (linha U55) estação Brandenburger Tor / Ônibus: (linha TXL) parada Brandenburger Tor; (linha 100) parada Reichstag/Bundestag ou Brandenburger Tor
8. Reichstag
Sede do parlamento alemão e onde foi proclamada a república na Alemanha. 
Foi destruído durante a guerra e reformado depois sem sua cúpula, porém anos depois, o Reichstag foi redesenhado de forma mais moderna para ser o que vemos hoje. Além disso, foi feita uma cúpula de vidro como forma de demonstrar a transparência do governo alemão. Claro que a cúpula se tornou um grande símbolo de Berlim!
É possível visitar a cúpula de vidro, mas é preciso se programar com antecedência.. eu mesma infelizmente não consegui.
A dica é entrar no site do Deutscher Bundestag e programar sua visita já fazendo seu registro on line. A entrada é gratuita. Clique aqui para programar sua visita. 
Horário: 8h a meia noite.
Endereço: Platz der Republik 1, Tiergarten
Como chegar: S-Bahn: (linhas S1, S2, S25) estação S+U Brandenburger Tor; (linhas S5, S7) estação Hauptbahnhof / U-Bahn: (linha U55) estação Bundestag / Ônibus: (linha TXL) parada S+U Brandenburger Tor; (linha 100) parada Reichstag/Bundestag

9. Topography of Terror
Esse impressionante museu é também considerado um dos muitos “locais de lembrança”, como chamam os alemães. Nele estão expostos muitos documentos, vídeos e fotos do regime nazista. Ver aquelas fotos e imaginar tudo que aquele povo passou é de embrulhar o estomago.
O museu está localizado onde era a sede Polícia Secreta durante o nazismo, desse lugar foram planejados e executados muitos crimes daquela época sombria.
Endereço: Niederkirchnerstraße 8

Aberto diariamente das 10h às 20h.
Como chegar: U-Bahn: (linha U6) estação Kochstrasse; (linha U2) estação Potsdamer Platz / S- Bahn: (linhas S1, S2 e S25) estação Potsdamer Platz ou Anhalter Bahnhof / Ônibus: (linha M29) parada Wilhelmstr./Kochstr.; (linha M41) parada Abgeordnetenhaus
Entrada: grátis

10. Postdamer Platz
Essa moderna praça, coberta por um teto de vidro, é uma ótima opção para um agradável almoço ou janta. Possui diversos restaurantes bacanas e abriga o famoso prédio da Sony Center.
Na praça também existem fragmentos do Muro de Berlim. Achei bem interessante o contraste.
A história da praça é intrigante, antes da Segunda Guerra, essa região era uma das mais movimentadas da cidade, e após os bombardeios da Guerra, muitas construções ficaram destruídas e esses destroços foram utilizados para construção do Muro de Berlim.

Endereço: Potsdamer Platz, Tiergarten

Como Chegar: S-Bahn: (linhas S1, S2 e S25) estação S+U Potsdamer Platz / U-Bahn: (linha U2) estação S+U Potsdamer Platz / Ônibus: (linhas M41 e M48) parada S+U Potsdamer Platz

11. Berliner Fernsehturm (TV Tower)
Claro que Berlim também é modernidade e a Fernsehturm Tower é prova disso!! A torre virou um grande símbolo da cidade e é vista em muitos cartões postais.
Localizada na super movimentada Alexanderplatz, sendo a construção mais alta da Alemanha, é uma ótima opção para curtir a cidade do alto, com um vista de 360º! 
Como chegar: S-Bahn: (linhas S5, S7 e S75) estação S+U Alexanderplatz / U-Bahn: (linhas U2, U5 e U8) estação S+U Alexanderplatz / Ônibus: (linhas 100, 200 e TXL) parada S+U Alexanderplatz/Memhardstr.
Horário: 10h às 23h
Entrada: 15,50 € e 17,50 € (dependendo do horário).
12. Alexanderplatz
Uma das mais importantes praças de Berlim, possui as atrações: Urania-Weltzeituhr, um relógio que mostra a hora de vários países com diversos fuso horários, a Fonte da Amizade Internacional e a Berliner Fernsehturm (Torre de TV). Além disso, tem muitas opções de restaurantes, cafés e lojas.
Como chegar: S-Bahn: (linhas S5, S7 e S75) estação S+U Alexanderplatz / U-Bahn: (linhas U2, U5 e U8) estação S+U Alexanderplatz / Ônibus: (linhas 100, 200 e TXL) parada S+U Alexanderplatz
13. Checkpoint Charlie
Símbolo da Guerra Fria representava a separação da cidade em dois lados, era também o principal ponto de passagem entre a Berlim Ocidental e Berlim Oriental durante o período do muro.
Hoje é um dos principais pontos turísticos da cidade, onde os turistas vão tirar foto com os rapazes vestidos de militares da fronteira, onde também tem uma réplica da casa que servia de ponto de observação (checkpoint) para a travessia do muro e uma placa que indica a mudança das Alemanhas.
Endereço: Friedrichstrasse 43-45, Kreuzberg
Como chegar: U-Bahn: (linha U6) estação Kochstrasse / Ônibus: (linha M29) parada U Kochstr./Checkpoint Charlie

Vai dizer que não ficou com vontade de conhecer Berlim!!! Eu quero voltar!!

——————————————————————————————
Já tem seguro de viagem? Aproveita nosso desconto de 15% na Mondial
Cupom: 2017AFILI

Reserve sua estadia pelo Booking através do Blog, você não paga nada além por isso! ☺ ✌
——————————————————————————————

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.