O que fazer e como chegar em Cayo Guillermo e Cayo Coco

cayo-guillermo-cuba

Cuba é uma ilha relativamente extensa, sendo a maior do Caribe e através da ilha existem muitas outras ilhotas que são chamadas de Cayos, consideradas verdadeiros paraísos.

Na costa norte do país fica a província de Ciego de Ávila, onde está localizado o arquipélago Jardines del Rey que abriga nosso segundo destino em Cuba!!

O arquipélago é composto por cerca de 400 micro ilhas, das quais duas ficaram bem conhecidas graças ao famoso escritor americano Ernest Hemingway, que escolheu Cuba para ser sua morada no decorrer de muitos anos e tinha Cayo Guillhermo como seu paraíso de férias!

Se você ainda não leu o guia com tudo que precisa saber antes de viajar para Cuba, aconselho ler aqui!

Infelizmente não tive muita sorte na minha passagem pela região. Em suma, peguei uma forte frente fria que fez chover muito por quase todo período que estive lá, mas acredito sim que seja o paraíso na terra se conseguir pegar dias de sol!

Nuvens pesadas no horizonte

Depois de muito andar e ter belos dias cheios em Havana, escolhi Cayo Guillermo para relaxar e curtir muita vida boa na praia…

Cayo Guillermo

A ilha fica a 40 quilômetros de Cayo Coco pela qual fica ligada por uma ponte chamada “Puente Hemingway”.

Cayo Guillermo tem somente 13 quilômetros quadrados e é uma ilha inabitada por cubanos, sendo apenas servida por infraestrutura turística, como os muitos de resorts de luxo, marina e centro comercial. E já adianto, se hospedar em um desses resorts é a melhor forma de curtir sua estadia por lá!

Siga nosso Instagram e fique por dentro das novidades @mochilacameraacao ! E mais fotos de Cuba seguindo a #MochilaemCuba

Tempo começando a melhorar

As principais atividades para se fazer são kitesurf, mergulho, nadar com golfinhos e, claro, relaxar na praia!

Em Cayo Guillermo vi muita gente praticando kitesurf e realmente é o lugar certo para quem ama o esporte!! O vento é constante, o mar é calmo e raso.

Eu resolvi ficar em um hotel simples e acabei me dando mal. Aquela história real do barato sai caro. Não recomendo para ninguém o hotel que fiquei. Os resorts all inclusive são caros, mas definitivamente são a melhor opção. Se você não estiver disposto a pagar, sinceramente na minha opinião não vale a pena nem ir para Cayo Guillermo. Infelizmente.

Playa Pilar

Considerada uma das praias mais bonitas do Caribe, a Playa Pilar está localizada no extremo de Cayo Guillermo e possui cerca de apenas um quilometro de extensão.

Um paraíso quase intocado de águas claras, rasas e calmas com areia bem branquinha, ideal para nadar e praticar esportes aquáticos como snorkeling.

Infelizmente não peguei as águas totalmente claras por ter pego uma frente fria que fez o tempo mudar na região, por outro lado li que por ali existe uma vida marinha incrível e um navio espanhol naufragado. Quem mergulhar certamente vai se deliciar.

A praia tem uma estrutura simples, ainda assim atende muito bem! É possível alugar cadeiras com barracas a 2 CUC por pessoa. Mas se quiser curtir ainda mais no estilo, alugue uma cama com sombra por 10 CUC com direito a três bebidas inclusas nesse valor.

Na chegada da praia tem um restaurante onde servem almoço e bebidas.

Além disso da Playa Pilar saem passeios de mergulho com snorkel para Cayo Media Luna (ilhota na frente da Playa Pilar) por 25 CUC por pessoa, incluindo equipamentos.

Como chegar na Playa Pilar

Para chegar a Playa Pilar recomendo o ônibus panorâmico que circula entre as ilhas. A passagem custa 5 CUC e é válida pelo dia inteiro, sendo que você pode descer e subir no ônibus quantas vezes quiser.

Todavida fique atento aos horários, pois não são tantos e dificilmente você vai achar algum táxi para voltar para o hotel.

Os ônibus param na entrada da praia, cerca de 250 metros de distância, que é percorrida através de uma passarela bem charmosa.

Encontre passagens aéreas para Havana e ainda parcele em até 12x sem juros!

Cayo Coco

A quarta maior ilha de Cuba, com 22 quilômetros de praias belíssimas, Cayo Coco é privilegiada por sua vegetação, ideal para reprodução de aves, inclusive flamingos rosas que podem ser vistos pelas praias #sonho.

A ilha está conectada ao continente cubano por uma estrada de 27 km construída sobre o mar chamada de “Pedraplan”, com isso podendo ser acessada também por terra.


Já tem seguro de viagem? Não se esqueça que em Cuba o seguro viagem é obrigatório!! Faça sua cotação com Seguros Promo e garanta o melhor preço! Use o cupom CAMERAEACAO5 para garantir 5% de desconto! 😉

Infelizmente não tive muito tempo para conhecer Cayo Coco. Por outro lado, pude aproveitar bastante a Playa de los Flamencos que é considerada a melhor da ilha.

Playa de los Flamencos

Além de Los Flamencos sugiro que conheçam a Playa Prohibida, Playa Las Conchas e Playa Las Coloradas.

Aproveitando o momento de tempo bom

Em Cayo Coco também estão os maiores centros comerciais da região:

Centro Comercial La Gaviota

Maior centro comercial em Cayo Coco com 3 andares em forma de gaivota, com mercado de artesanato, loja de charutos, loja de café e rum e boutiques em geral. Fica aberto diariamente das 8h30 até 16h.

Plaza Los Flamencos

Além de centro comercial, também oferece diversos tipos de entretenimento, como salão de beleza, boliche, restaurante japonês. Além do mais, mercado de artesanato ao ar livre e loja de souvenir.

Agora segurem as dicas super importante para seu planejamento de viagem para Cayo Guillermo e Cayo Coco! 😉

COMO SE LOCOMOVER

A melhor forma de se locomover na região é utilizando o ônibus panorâmico (hop-on Hop-ff) que circula entre Cayo Guillermo e Cayo Coco.

A passagem custa 5 CUC e te dá o direito de subir e descer quantas vezes quiser durante um dia. As paradas são feitas basicamente nos resorts das duas ilhas e nos centros comerciais.  Você pode comprar diretamente com o motorista em qualquer ponto que o ônibus pare.

O ônibus é operado pela companhia Jardines del Rey Bus Tour.

Fique atento aos horários, pois eles são um tanto escassos. Para ajudar deixo aqui as paradas e alguns horários do ônibus.

COMO CHEGAR

Avião

Essa foi a forma que escolhi saindo de Havana através de voo doméstico até Cayo Coco.

O aeroporto chamado “Aeropuerto Jardines del Rey” é a porta de entrada para quem quer chegar pelo ar.

Eu comprei a passagem pela internet direto com a companhia do governo Gaviota em http://www.aerogaviota.com/ mas, tive um grande problema!

Os voos são operados pela companhia aérea Cubana. Na ida deu tudo certo, porém na volta a companhia mudou o horário do voo e não nos avisou. Com isso perdemos o voo, que inicialmente estava programado para às 22h10min.

E para nossa ainda maior surpresa desagradável, a coordenadora do aeroporto nos disse que isso acontece e que tentaria nos encaixar num outro voo na manhã seguinte, porém nos arcaríamos com os custos de mais um dia em Cayo Coco, além do transporte entre hotel e aeroporto.

Achei surreal o tamanho absurdo!

Ônibus

A opção mais barata é chegar de ônibus através da empresa Transgaviota, porém viagens de ônibus em Cuba são bem complicadas no quesito tempo. Todo mundo que conversei que viajou de ônibus teve problemas com grandes atrasos o que sempre faz a viagem durar muito mais que o esperado.

É algo a se considerar, visto que a viagem de Havana para Cayo Coco já é prevista de durar 8 horas. Se tiver com tempo disponível, pode valer a pena.

Carro

Se tiver opção de alugar um caro, a distância entre Havana e Cayo Coco é de 600 quilômetros percorridos por belas paisagens. Mas se prepare para o preço do aluguel, eu sinceramente achei demais para o orçamento. 7 dias de aluguel de carro estava ficando em torno de R$7.200 em dezembro.

Vale lembrar que, além do preço do aluguel, o seguro é obrigatório e geralmente custa 15 CUC por dia.

Táxi

É uma opção cara, mas se conseguir compartilhar um táxi (essa é uma prática bem comum em Cuba) eu acredito ser a melhor das escolhas! A viagem custa cerca de 300 CUC o trecho saindo de Havana.

Com meu imprevisto na volta de avião, fui obrigada a pegar um táxi no aeroporto para ir direto para Trinidad (terceira cidade do meu roteiro). Custou 180 CUC, porém era noite e eles viram nosso desespero, então tomamos facada mesmo, porque Trinidad fica relativamente próxima de Cayo Coco.

Em resumo, vale a pena considerar a trajetória do seu roteiro. Se forem cidades próximas, a melhor opção acaba sendo táxi. De preferência compartilhado.

ONDE SE HOSPEDAR

Cayo Guillhermo

Como já relatei, não tive boas experiências com minha hospedagem na ilha. Eu fiquei no Ocean Villa Gregorio e não recomendo, paguei 300 reais a diária para casal em dezembro. Com isso, deixo aqui minha opinião para que não passem o mesmo, ou se decidirem se hospedar lá, que possam ir sabendo o que esperar.

Piscina da Villa Gregório

O primeiro quarto que nos colocaram era horrível, fedia a cigarro e o boxe do banheiro estava entupido. Mas nos trocaram para um quarto melhor. O café da manhã incluso era biscoito de água e sal com ovos, suco, café e uma fruta. O almoço não estava incluso e custava 5 CUC o prato, era simples mas gostosinho.

O hotel não disponibiliza atrativos. Únicas coisas boas foram o excelente atendimento do Reinaldo que fazia de tudo para agradar os hospedes e a piscina que estava em bom estado.

Com isso, deixo aqui resorts que tive boas referências:

Iberostar Daiquiri – R$480 1 diária para casal em quarto standard
Fonte: booking.com
Melia Cayo Guillermo – R$660 1 diária para casal em quarto standard
Fonte: booking.com

Cayo Coco

Pullman Cayo Coco – R$1037 1 diária para casal em quarto superior
Fonte: booking.com
Meliá Cayo Coco – R$940 1 diária para casal em quarto superior
Fonte: booking.com

QUANDO IR

Em Cuba o clima é tropical, com temperaturas amenas assim como no Brasil.

A região de Cayo Guillermo e Cayo Coco é considerada uma área de clima subtropical, sendo dividida em duas estações: a estação úmida entre maio e outubro, e estação seca entre novembro e abril (considerada alta temporada).

As temperaturas médias anuais não variam muito, sendo que durante o dia varia entre 25º a 31º graus.

Porém, esses Cayos ficam em uma parte do país onde há maior risco de frente fria, que podem surgir entre os meses de dezembro e fevereiro. Foi o que aconteceu comigo… Peguei justamente esse fenômeno e atrapalhou muiiiito minha estadia por lá. Mas faz parte… A natureza é indomável!

Estudos mostram que essas frentes frias não costumam durar muito mais que 2 dias e assim foi comigo. No terceiro dia o tempo estava bem melhor, mas o mar ficou mexido de qualquer forma.

Os meses mais abafados são entre junho e setembro. Fiquem atentos e evitem viajar para Cuba nos meses de Setembro e outubro, quando é o auge da temporada de furacões.

Leia todos os artigos sobre Cuba

Tudo que você precisa saber antes de viajar para Cuba: guia de viagem!

Quanto custa viajar para Cuba? Guia de gastos!

O que fazer em Havana: Roteiro de 3 dias

O que fazer e como chegar em Cayo Guillermo e Cayo Coco

O que fazer em Trinidad, Cuba: Roteiro de 2 dias

Varadero: tudo que você precisa saber para conhecer o caribe cubano

↠ Planeje sua viagem com o Mochila, Câmera e Ação ↞

↠ Reserve sua estadia pelo Booking através do Blog, você não paga nada além por isso! ✌

  Reserve com segurança os melhores passeios em toda América do Sul com a DeNomades

↠ Passagens aéreas em até 12x sem juros com a ViajaNet 

↠ Viaje com segurança e tranquilidade com Seguros Promo e aproveite o desconto de 5% com o cupom CAMERAEACAO5

↠ Chegue no exterior com internet no seu celular com a EasySim4U

↠ Ganhe R$130 de crédito em sua primeira viagem pelo AirBnb

↠ Precisando de ajuda para programar seu intercâmbio sem contratar agência? Eu posso te ajudar!

↠ Roteiros personalizados?? Pergunte-me como.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.